Resenha | Deixe a neve cair

Resenha

Oh the weather outside is frightful
But the fire is so delightful
And since we’ve no place to go
Let It Snow! Let It Snow! Let It Snow!

Deixe a neve cair por John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle

image (6) Editora: Rocco

Páginas: 335

ISBN: 978-85-7980-175-4

“Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Porque ficar presa à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida com os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda do namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor. Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do Natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com o direito a romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego.”

Para começar o mês de Dezembro mais festiva do que nunca decidi ler esse livro que comprei esse final de semana, na Black Friday prorrogada. O livro consiste basicamente naquilo já mencionado na contracapa (parágrafo transcrito acima), são três histórias que de uma certa maneira se ligam. Para o post não ficar confuso falarei de cada uma delas separadamente.

O expresso Jubileu por Maureen Johnson

image (5)

Jubileu é uma menina com pais peculiares que colecionam desde sempre a Cidade do Papai Noel Flobie, eles são tão obcecados nesta que batizaram a unica filha com o nome de uma das peças. Bom, os pais de Jubileu, ou Julie como ela prefere ser chamada, são presos na véspera de natal por terem participado de uma confusão na hora de comprar mais uma peça para a coleção. Ela se encontra então sem os pais e em um trem para a casa dos avós. Este trem acaba parando por causa de uma nevasca e é ai que as confusões começam. Jubileu conhece Jeb e um grupo de líderes de torcida no trem, porém como ela só pensa no seu namorado Noah e não suporta líderes de torcida ela decide sair do trem, que ficará parado a noite toda por conta da nevasca, e descer para uma Waffle House que fica em Gracetown. Lá ela conhece um gartoto chamado Stuart que se oferece a ajudá-la. Jubileu é uma garota que vive pelo namorado, mas nesse natal Stuart e sua família um pouco diferente a mostraram o quão errado isso é.

“Não tenho nada contra strippers, caso alguma esteja lendo isto. Simplesmente não sou uma. Minha maior preocupação, no que se diz respeito ao striptease, é o látex. Acho que látex deve fazer mal à pele porque não a deixa respirar.” (página 10)

O milagre da torcida de natal por John Green

image (4)

Este conto é narrado por Tobin, um garoto com os dois melhores amigos, JP e Duke. JP é um garoto coreano bem desesperado carente e Duke uma garota super fofa e viciada em batatas rosti. Tobin e seus amigos pretendem passar o natal assistindo James Bond e comendo, porém ele recebe uma ligação de Keun, que está trabalhando na véspera de natal na Waffle House, pedindo para que ele corra para lá pois o lugar está lotado de líderes de torcidas sexys, que foram vítimas de um trem que ficou parado na estrada. Sem pensar duas vezes, Tobin conta a novidade aos amigos que reagem de maneiras diferentes: JP está desesperado para ir à Waffle House, pois afinal, são líderes de torcidas sexys e Duke, a princípio não concorda mas ao se lembrar que lá ela poderá comer batata rosti muda de ideia e aceita a proposta. Parece tudo muito simples, basta eles pegarem o carro e irem, e seria apenas isso, se a cidade inteira não estivesse coberta de neve.

“Eu sempre tive a opinião de que não se deve nunca desistir de um meio feliz na esperança de um final feliz, porque não existem finais felizes.” (página 200)

Tenho que confessar que essa história foi a primeira que eu li do John Green apesar de ter o “A culpa é das estrelas” e o “Quem é você, Alasca?”, achei bonitinha por causa do desfecho e etc, mas acho que gostei um pouco mais das outras duas histórias.

O santo padroeiro dos porcos por Lauren Myracle

image (3)Addie, é uma garota insatisfeita com seu relacionamento, ela queria que Jeb, seu namorado lhe desse mais atenção e provasse mais o seu amor. Mas, depois de uma confusão eles terminam e ela percebe que sente muita falta dele. Para ajudá-la, suas amigas Dorrie e Tegan passam a conversar com Addie e dizer umas verdades sobre a sua personalidades que possam ter influenciado no término do namoro. Uma das maiores críticas foi que ela é muito egoísta, para mudar e provar essa mudança ela decidi ajudar uma de suas amigas Tegan a realizar seu maior sonho: ter um porco, não um porco normal, um mini porco, daqueles que cabem em uma xícara de café. Porém, ao entrar na loja ela percebe que o porco destino a sua amiga já havia sido vendido adotado. Ela decide então procurar o porco para mostra à sua amiga e à todos o tanto que ela se importo com os outros.

Os três contos são muito engraçadinhos e fofos, foram intercalados de maneiras surpreendentemente verossímeis e percebi que ao terminar o livro estava sorrindo. Indico esse livro para todos que querem uma leitura fácil e agradável para o natal ou qualquer época do ano. A diagramação do livro está simples mas linda, a capa me encantou de verdade e os detalhes também.

nota

COMUNICADO: A partir dessa sexta-feira, a Cami, dona do Sétima Avenida, blog que eu posto uma vez por semana, começara a postar aqui sobre autores, resenha de livros e etc.

Espero que vocês tenham gostado,

assinatura

Advertisements

2 thoughts on “Resenha | Deixe a neve cair

  1. Bom saber que os outros dois escritores também escrevem bem (e que gostou mais da história deles)… Assim não fico decepcionada por esperar demais rs
    E não acredito que você tem os dois melhores livros do John Green e ainda não leu? Sou louca para ler esses dois, mas só tenho O teorema e Cidades de papel… Então começarei a ler o autor por esses, né … rs
    Adorei a resenha e saber que a Cami também escreverá por aqui 🙂
    Beijos!
    Mell Ferraz
    http://www.literature-se.com/

    • Fico feliz que você tenha gostado da resenha Mel. Ainda não li os livros do John Green porque comprei recentemente, bem recentemente, tipo há duas semanas. Mas assim que acabar “O chamado do Cuco” lerei um deles!
      Sim a Cami ja escolheu sobre qual autor falar nessa sexta-feira e eu amei a escolha!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s