Resenha | Foras da Lei Barulhentos…

Resenha

Foras da lei barulhentos, bolhas raivosas e algumas outras coisas que não são tão sinistras, quem sabe, dependendo de como você se sente quanto a lugares que somem, celulares extraviados, seres vindos do espaço, pais que desaparecem no Peru, um homem chamado Lars Farf e outra história que não conseguimos acabar, de modo que talvez você possa quebrar esse galho por Lemony Snicket, Neil Gaiman, Jonathan Safran Foer, Jon Scieszka, Clement Freud, George Saunders, Kelly Link, Richard Kennedy, Sam Swope, James Kochalka, Jeanne Duprau, Nick Hornby.
 DSC_0186 
ISBN: 9788540502215
Editora: Cosac Naify
Páginas: 224
“O título é de perder o fôlego: “Foras da lei barulhentos, bolhas raivosas e algumas outras coisas que não são tão sinistras,quem sabe, dependendo de como você se sente quanto a lugares que somem, celulares extraviados, seres vindos do espaço, pais que desaparecem no Peru, um homem chamado Lars Farf e outra história que não conseguimos acabar, de modo que talvez você possa quebrar esse galho”. O mesmo vale para a seleção dos autores, alguns dos mais celebrados escritores norte- americanos da atualidade: Neil Gaiman, Nick Hornby, Jonathan Safran Foer, Clement Freud e Lemony Snicket, entre outros. O lançamento é uma compilação de onze contos inéditos, cada um deles ilustrado por um artista diferente, entre os quais vale destacar Barry Blitt (já ilustrou vinte capas da revista New Yorker), Lane Smith (o ilustrador de A verdadeira história dos três porquinhos, de Jon Scieska), David Heatley (colaborador do jornal The New York Times) e Peter de Sève (criador dos personagens da animação A era do gelo). Em comum, as histórias trazem um quê de estranhamento do mundo, com inocência infantil. O verso da sobrecapa, que brinca com o tamanho do título, por meio de um jogo de siga a seta, esconde uma surpresa: Lemony Snicket começou uma história cujo final sumiu! E ele convida os leitores a terminá-la. Na Cosac Naify, um grupo de duendes com luvas brancas vai receber as sobrecapas enviadas e as melhores histórias serão publicadas no site da editora. Foras da lei… reúne literatura da melhor qualidade para um público carente de boas histórias. Os autores, reconhecidos pela qualidade literária de suas obras destinadas aos adultos, não subestimam o jovem leitor. Em tempos de literatura enlatada, isso é, sem dúvida, o que faz deste livro algo tão sinistro.”

DSC_0198

O título realmente é de tirar o fôlego, assim como alguns dos contos, eu aposto que você nunca vai ler nada tão diferente quanto essa coletânea. Essa capa, maravilhosa e criativa foi a coisa que mais chamou a minha atenção. É bem complicado resenhar um livro que na verdade é uma coletânea de contos que não se ligam de jeito nenhum. Então falarei das minhas impressões sobre e alguns motivos para ele ser lido.

Logo no começo tem uma história completamente diferente, sobre um país muito pequeno que nem no mapa aparece, e a medida que avançamos com a leitura vamos conhecendo personagens mais cativantes ainda, um grupo de meninos que estão acampando e acabam sendo surpreendidos, um menino que precisa se virar sozinho por 1 semana, um homem que percebe que o amor pela família pode nos levar a fazer coisas absurdas, o amor de um menino por uma mãe ogra (literalmente ogra, verde e tudo), grupo de pessoas que vão à procura de comidas diferentes, um menino que cuida de cachorros abandonados, bolhas raivosas e muito, muito mais.

Tem também um meio conto, que foi começado pelo maravilhoso Lemony Snicket e não recebeu fim. Isso mesmo, um conto sem fim, mas não, não é como “Uma Aflição Imperial” de Peter Van Houten (livro que acompanha o romance de Hazel e Gus em “A culpa é das estrelas”), é um conto sem fim mas que te da a oportunidade de terminá-lo e enviar para a editora, legal né?

DSC_0193

Já comecei o livro sabendo que é uma leitura infanto-juvenil, mais infanto do que juvenil, então isso não me incomodou nem um pouco, acredito até que as história contadas para crianças as vezes são mais divertidas, parece que os autores infantis não se preocupam tanto com o público, não tentam “impressioná-los”, eles apenas…escrevem.

DSC_0186 DSC_0189

DSC_0191

DSC_0194 DSC_0195 DSC_0196

DSC_0200

DSC_0199

 

Espero que vocês tenham gostado, já leram esse livro? Se já, já escreveram um final para a história de Lemony Snicket? Me conta aqui,

assinatura

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s