Autores | O tic-tac de Jennifer Egan

-2

No meu aniversário de 19 anos ganhei de presente de uma amiga um livro melhor presente gente dica. Depois de alguns meses finalmente consegui ler ‘A Visita Cruel do Tempo’ e ele se tornou o melhor livro de 2013 e um dos melhores da minha vida. Ah, ele foi escrito pela americana Jennifer Egan e vou contar um pouco mais sobre essa autora premiada.


Egan nasceu em Chicago, mas foi criada em São Francisco. Se formou em literatura inglesa na Universidade da Pensilvânia. Fofoca do post: ela namorou Steve Jobs enquanto estava na faculdade, e ele instalou um Macintosh (um dos primeiros) em seu quarto (o que chega a ser cômico, pois Egan tem uma certa fobia pelo avanço da tecnologia). Ela publicou contos nos periódicos The New Yorker, Harper’s Zoetrope: All-Story e Plougshares, e além de contos, seu jornalismo aparece no The New York Times Magazine. Ela lançou uma coleção de 4 novelas e um conto,intitulada ‘Look At Me’ que foi finalista no National Book Award de 2001.

Mas Jennifer é relutante na hora de classificar ‘A Visita Cruel do Tempo’. Não afirma se é uma novela ou uma coleção dos contos. E ela é bem categórica, afirmando que não quer centralidade, quer polifonia, um sentimento lateral. Segundo ela, todas as peças do livro devem ser diferentes e de variados pontos de vista. Um dos capítulos do livro é uma apresentação de Power Point. Sério! Tanto quebrou as regras do padrão e inovou, que o livro ganhou um prêmio Pulitzer e o National Book Critics Circle Award.

Eu fiz uma resenha desse livro lá no Sétima Avenida. A história gira em torno de diversos personagens. Cada capítulo é narrado por uma personagem diferente, em um tempo diferente (desde a década de 80 até um futuro próximo e os dias atuais). Essa variação de tempo e narrador mostram as mudanças que a gente passa ao longo dos anos. Um punk adolescente pode virar o maior empresário certinho do ramo musical. A maneira com que Jennifer trabalha sobre a tecnologia, cada personalidade e fatores particulares da historia de cada personagem e a passagem do tempo é sensacional. Merece a leitura – e o Pulitzer recebido!

Além de ‘A Visita Cruel do Tempo’(2010), Jennifer Egan também lançou ‘The Invisible Circus’ (1995), ‘Look At Me’ (2001) sem título em português, ‘O Torreão’ (2006) e em 2013 ela lançou um livro um tanto quanto inusitado. ‘Black Box’ foi escrito e lançado via twitter (@NYerFiction) e só existe no formato digital.

E ai, alguém já leu algo da Jennifer Egan?

Espero que tenham gostado, beijos,

-1

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s